Ecoparque Sperry – proposta verde em Gramado

Quando se pensa em Gramado se pensa em lojinhas, atrações turísticas badaladas e fábricas de chocolate, certo? Mas Gramado pode proporcionar mais que isso. Não vamos esquecer que estamos na serra, cercados de natureza exuberante.

Na estrada Gramado-Canela há uma entrada que conduz ao Vale do Quilombo. É a linha 28, uma  estrada de chão de visual lindíssimo que conduz ao parque de 20 hectares, em meio à Mata Atlântica e banhado por três cursos d’água.

Passeio bem família

Passeio bem família

Trilhas e cachoeiras

O passeio consiste basicamente de imersão em trilhas em meio ao verde para avistar cachoeiras. Portanto, um dia de sol é o ideal.

Pomar - vontade de fazer piquenique!

Pomar – vontade de fazer piquenique!

Ao todo são quatro trilhas que levam à quatro quedas d’água e dois mirantes. Elas são fáceis e bem sinalizadas, portanto não é necessário guia, o que dá mais liberdade de horário e de contato com a natureza.

Começamos pela Trilha do Trombão. Ela é curta e leva a um mirante onde se pode visualizar a Cachoeira do Trombão, com queda de 35 metros.

Cachoeira do Trombão

Cachoeira do Trombão

Estivemos lá num período de seca, mas a placa nos deu uma idéia da exuberância que ela pode ter em outros momentos.

Cachoeira do Trombão - placa

Depois fizemos a Trilha do Poço, que leva à Cachoeira do Poço.

Entrada para as Trilhas do Poço e da Usina

Entrada para as Trilhas do Poço e da Usina

Um lugar agradável que convida a passar uns momentos em silêncio e até mesmo dar um mergulho na água gelada. A luz da manhã entrando pelas árvores e batendo na água é linda.

Cachoeira do Poço

Cachoeira do Poço

Um pouco mais adiante se chega ao mirante da Cachoeira da Usina, onde é possível avistar o seu topo e ouvir o barulho alto e gostoso da água em queda (são 45 metros). O caminho até lá costeia as águas tranquilas do curso d’água.

Trilha da Cachoeira da Usina

Trilha da Cachoeira da Usina

Com um pouco de sorte, é possível conhecer a fauna local. Mas garantido mesmo é conhecer a flora, através das diversas placas indicativas ao longo do caminho.

Flora local

Flora local

Há ainda outras duas trilhas mais longas que não fizemos: a Trilha da Usina, que começa a partir do mirante e leva até a base da respectiva cachoeira, e a Trilha Tangará, de onde é possível avistar a Cachoeira Escondida. Perfeito para quem quiser passar o dia no parque.

O Restaurante Bêrga Motta

O restaurante do ecoparque foi uma grata surpresa. Um restaurante de culinária brasileira é muito bem vindo num pólo-turístico onde todos os demais se padronizaram ao oferecer o mesmo cardápio monótono de massas, fondues e trutas.

Começa pela reinvenção da grafia do nome, que ficou simpático demais.

Restaurante Bêrga Motta

O ambiente interno é incrível, com muita madeira e paredes de vidro que deixam a mata adentrar.

Salão interno do restaurante

Salão interno do restaurante

Buffet fica junto à parede de vidro

Buffet com vista

Pequenos detalhes de charme estão à disposição dos olhos mais atentos.

Restaurante Bêrga Motta - detalhe 1Restaurante Bêrga Motta - detalhe 2

A comida é bem caseira, com direito a fogão à lenha. Despretensiosa e deliciosa. O suco de bergamota é sem palavras, impossível tomar um só. Quando estivemos lá, uma das sobremesas era brigadeiro de colher num enorme tacho.

Brigadeiro de colher no tacho - bem comfort food!

Brigadeiro de colher no tacho – bem comfort food!

E não dá pra ir embora sem provar uma cachacinha como aperitivo.

Restaurante Bêrga Motta - aperitivo

Também é possível almoçar na área externa, se não estiver muito quente.

Área externa do restaurante

Área externa do restaurante

Almoço junto à natureza

Almoço junto à natureza

E depois, fazer uma pausa preguiçosa ao ar livre.

"Lounge" rústico, com direito a redes de descanso

“Lounge” rústico, com direito a redes de descanso

Para almoço, o restaurante opera somente nos finais de semana e feriados. Para jantar, é necessário reserva. E um detalhe honesto, se você for visitar o parque durante o dia e resolver ficar para almoçar, o valor pago no ingresso é revertido para abater a sua despesa.

Maiores Informações:

Ecoparque Sperry

Anúncios

Sobre Pati Venturini

Engenheira, blogger, chocolatière na Méli-Mélo Chocolat e co-autora do blog de gastronomia e viagens De Garfos e De Quartos.
Esse post foi publicado em Brasil, Gramado e marcado , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Ecoparque Sperry – proposta verde em Gramado

  1. SueliOVB disse:

    Sempre muito bom ler esses seus roteiros!
    Parabéns!
    Beijo

  2. Obrigada, Sueli! Estamos retomando depois de algum tempo meio off…!
    Bj
    Pati

  3. Rita Venturini disse:

    Lugar simplesmente maravilhoso, recomendo este passeio!Parabéns pelo post!

  4. Beatriz Valle disse:

    Esse lugar é divino. Passei bons momentos lá. Saudades de voltar. Adorei as fotos.

  5. Rita e Beatriz
    Foi uma delícia ter a companhia de vocês nesse passeio!!
    Bjks
    Pati

  6. Paula Brum disse:

    Estamos pensando em passar uns dias por lá no verão e visitar/revisitar lugares especiais, diferentes. Favoritadissimo, adoramos caminhadas leves e o lugar é lindo! Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s