Gramado Romântica – De Cafés e de Lavandas

Após um outono com cara de primavera, os dias quentes se foram e já podemos curtir o frio na Serra Gaúcha. Mas os dias de verão por lá também deixarão saudades.

A cidade fica mais vazia e o céu azul deixa todas as cores mais intensas. Um convite para ficar ao ar livre.

Com a cidade mais tranquila, detalhes banais saltam aos olhos e parecem muito mais charmosos.

Podemos curti-la exatamente como ela é: uma cidade pequena do interior.

Aventurar-se além dos limites da movimentada Avenida Borges de Medeiros revela cenas simples e cotidianas, mas não menos poéticas.

Esses tempos fomos convidados para o casamento de uma amiga muito querida em plena Gramado, ao ar livre, ao por-do-sol.  Situação extremamente charmosa e romântica. E naquele mesmo final de semana tivemos duas experiências muito gostosas dentro do tema.

A primeira é um café localizado ao lado da Igreja de São Pedro, bem ali no Centro. Para nós, ele supre uma lacuna deixada pelos cafés da cidade no quesito charme. O Josephina não tem nada a ver com os cafés coloniais da estrada Gramado-Canela.

Essa charmosa casa da década de 50 foi herdada por irmãos que viajaram mundo afora e trouxeram idéias bacanas para cá. A casa foi reformada e muito bem decorada para abrigar o café. O charme começa já na entrada, com uma seleção de objetos herdados de família.

No interior, o jeito de casa chama atenção. De cara simpatizamos com essa sala que conta com sofá, poltronas e uma lareira. Ela é perfeita para reunir os amigos ou curtir a dois com mais privacidade. Sem falar nessa janela com vista para um pequeno jardim…

A paleta de cores em verde e branco com toques de vermelho se mistura aos tons neutros dos tijolos descascados das paredes, do couro das poltronas e do piso de madeira. Muito aconchegante.

Posters vintage trazem um charme extra ao decor.

Em outra sala menor, o vermelho predomina e os discos de vinil e as fotografias espalhadas pelas paredes são o grande destaque do ambiente.

Estabelecido que adoramos a decoração, nosso único porém foi com o cardápio, que de tão grande mais parece um livro. Isso sempre nos preocupa; como a cozinha terá todos os ingredientes e executará com perfeição tantos pratos… Sempre?

No entanto, da nossa parte, podemos dizer que o pouco que provamos estava uma delícia: salada Josephina (mix de folhas com presunto Parma, gorgonzola, damasco e molho de mel com hortelã), limonada de amora para refrescar e um tiramissu servido numa taça alta como sobremesa.

           

Como café, com pratos leves, ficamos muito satisfeitos com o lugar. Não testamos os pratos mais pesados, mas mesmo assim achamos que o lugar merece atenção pela ambientação, o atendimento atencioso… E pelo tiramissu!

Os mais empolgados talvez ainda queiram levar para casa geléias, vinagres, azeites aromatizados e chutneys de fabricação caseira e apresentação cuidadosa que estão à venda por lá.

A segunda experiência bacana daquele final de semana tem a ver com flores. Trata-se de um parque de lavanda, o primeiro do Brasil, chamado Le Jardin.

Ele está localizadopróximo a um dos acessos à cidade, na estrada Gramado – Três Coroas, e a área verde é ampla e bem cuidada, perfeita para passeios despreocupados e em total sintonia com a natureza. Ainda mais num dia ensolarado como esse.

Ao todo, são dez mil pés de lavanda. Em março, elas estavam na sua primeira florada.

Fomos informados que seu auge acontece em outubro, quando pretendemos retornar para presenciar a mudança de cenário, com cores e aromas mais intensos.

No local funciona uma loja de cosméticos elaborados com o óleo essencial da planta. Os romanos, que sempre souberam das coisas, já utilizavam esse óleo para o tomar banho, lavar roupas, perfumar ambientes e até mesmo como remédio.

Os produtos do Le Jardin são fabricados em parceria com a Kur Cosméticos, a mesma do famoso Spa Kurotel. Impossível sair de lá sem levar ao menos um aromatizador de lençóis para casa.

Também há mudas de diferentes espécies de lavanda à venda. Ao que parece, elas se adaptam muito bem em floreiras, então mesmo quem mora em apartamento pode ter um mini-jardim de lavandas para chamar de seu.

Gostamos do lugar, mas sentimos falta de algo que completasse a experiência. Ah, essas agradáveis mesas ao ar livre…

… São somente para descansar, pois ali não existe nem café nem bistrô. Até pouco tempo atrás existia uma casa de chá, que acabou desativada… Inacreditável. De qualquer forma, e ainda bem, nosso pequeno pedaço de Provence no Brasil.

Se você pretende passar o Dia dos Namorados em Gramado, estes são programas charmosos e românticos para fazer a dois. Só vai estar um pouco mais frio… mas o frio é amigo dos namorados.

Maiores Informações:

Josephina Café

Le Jardin – Parque de Lavanda

Anúncios

Sobre Pati Venturini

Engenheira, blogger, chocolatière na Méli-Mélo Chocolat e co-autora do blog de gastronomia e viagens De Garfos e De Quartos.
Esse post foi publicado em Brasil, Gramado e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

6 respostas para Gramado Romântica – De Cafés e de Lavandas

  1. Beatriz de Oliveira Valle disse:

    Adoro a maneira como vocês descrevem tudo, é como se a gente estivesse alí. Muito lindas as fotos. Depois disso, quem não iria querer passar o Dia dos Namorados em Gramado ? Patricia e André, meus parabéns. Uma parceria e tanto.

  2. Oi, Patrícia. Tudo bem?

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Bóia Paulista

  3. Oi amiga! É a Paty do IG…voltei a visitar o seu blog, e que coisa mais linda deste mundo estes campos de lavanda! Quando fui na Provence perdi a floração por 2 semanas…o cheio é espetácular! Amo seu blog! Bjs

    • Oi Paty!
      Que bom te ver por aqui! Fico muito feliz em saber que está curtindo o blog!
      Campos de lavanda fazem um bem para a alma, né? São tão lindos!! Ainda não tive a oportunidade de ir à Provence, mas ouvi dizer que a colheita está acontecendo cada vez mais cedo, efeitos do aquecimento global. Parece que a época ideal é meados de julho… Um dos meus sonhos fotografar aqueles campos!
      Bj
      Pati

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s