Aventuras e desventuras de um Reveillon na Times Square

A decisão de passar o Reveillon em Nova Iorque, em plena Times Square, não é nada fácil. Não há pessoa, ou guia, ou blog, que te deem força nessa empreitada! Mesmo assim, a vontade de conhecer uma das maiores festas do planeta era grande, e lá fomos nós. Ao menos uma vez na vida. Não mata não!

A região nessa época literalmente ferve. A Times Square fica absolutamente lotada dia e noite, é algo impressionante e até mesmo assustador se você não se sente confortável com multidões.

Cartaz de filme no metrô - muito apropriado para o momento!

Cartaz de filme no metrô – muito apropriado para a data!

Na manhã do dia 31 muita coisa acontece. As pessoas já começam a se dirigir para o local mais próximo possível do palco onde ocorrerão diversos shows e a famosa bola descerá. O policiamento, que já é bastante forte por aqueles dias, fica ostensivo. Em cada quadra no entorno da Times Square se vê grupos de policiais; dali a algumas horas eles começarão a fechar todas as quadras que dão acesso ao local da festa com barricadas.

Aí é que está. Só poderá entrar quem for hóspede de hotel ou tiver reserva num dos restaurantes da área (e puder comprovar isso, evidentemente). O resto não passa mesmo, nem se disser chorando que a avó está doente. É preciso mostrar a chave ou cartão do quarto, ou a reserva impressa do restaurante.

Diante desse cenário, o turista que quiser virar o ano em Times Square tem duas opções:

1 – Chegar ao local o mais cedo possível e encarar no mínimo 10 horas em pé, sem direito a banheiro público e comidinhas e bebidinhas de rua. Não existem banheiros químicos e a única opção são os banheiros do Times Square Visitor Center ou do Mini-Museum, mas eles fecham cedo. Vendedores ambulantes não são permitidos, então nada de cachorro-quente, espetinho e caipiroska como no Brasil! Só indo em restaurante mesmo.

2 – Planejar a noite com bastante antecedência, reservando hotel e restaurante em Times Square ou bem perto dali. A parte do hotel nós cumprimos; escolhemos o The Muse Hotel, um hotel boutique estrategicamente localizado a duas quadras da Times Square. Restaurante nós não reservamos, pois não imaginávamos o quanto seria necessário. Hoje tentaríamos o Bubba Gump Shrimp, o restaurante temático do Forrest Gump, que tem uma comida deliciosa (talvez a melhor entre os mal afamados restaurantes dali), um ótimo astral e uma boa vista da praça (para quem conseguir uma mesa na janela).

A nossa experiência – o Plano B

Sem querer abrir mão da nossa programação e do jantar com amigos queridos que estavam na cidade, acabamos voltando para o hotel às 21:30. Mostramos o cartão magnético do hotel na barreira policial, e nos deixaram acessar a nossa rua. No entanto, a esquina com a Times Square estava fechada e não pudemos passar. O The Muse fica na 46th, e a rua dá praticamente direto no palco montado na praça.

Como a nossa rua tinha alguns restaurantes, estava bem movimentada e o astral era bom, cheio de turistas estrangeiros e locais. Mais movimentado ainda estava o saguão do nosso hotel. O maior burburinho e muitas câmeras fotográficas a postos. Sem ter certeza do que estava acontecendo, também nos preparamos.

Nossa desconfiança se confirmou! A estrela da festa estava hospedada lá: Lady Gaga! Pertinho da meia-noite começa o desfile do staff da popstar: produtores, dançarinos, figurinistas. Totalmente show business. E nós, os paparazzi.

Alguns minutos depois, surge a própria estrela. Aqui quebramos nossa política de somente publicar fotos boas e pedimos a compreensão e o voto de confiança do leitor: aquela pessoa baixinha e de óculos escuros completamente borrada na foto É a Lady Gaga! Passando como um raio, cercada de quatro guarda-costas, em direção ao carro que aguarda para conduzi-la por apenas uma quadra, e com direito a escolta policial.

Lady Gaga rumo ao seu pocket show em Times Square

Lady Gaga rumo ao seu “pocket show” em Times Square

Fãs acompanham a saída de Lady Gaga do hotel

Fãs acompanham a saída de Lady Gaga do hotel

É pela nossa rua que transitam carros que levam e buscam os participantes do show, entre eles o prefeito de Nova Iorque, Michael Bloomberg.

Que celebridade estará dentro do carro preto?

Que celebridade estará dentro do carro preto?

Enquanto isso, a festa está bombando bem ali pertinho, em Times Square.

Usuários do Twitter e do Instagram são convocados a participar com seus tweets e fotos de Ano-Novo.

       

Enfim, meia-noite! Cai a bola, vem a chuva de papel picado e 2012 começa. Tudo isso ao som familiar de New York, New York.

Virada do ano e chuva de papel ao som de Sinatra - emocionante!

Virada do ano, chuva de papel e Frank Sinatra – emocionante!

Até os policiais descontraem um pouco e posam para fotos com os revellers. Afinal, o Reveillon foi um sucesso!

 

Meia-noite e quinze, fim da festa. Mas ninguém parece muito afim de ir embora. Nós continuamos a noite no bar do hotel – uma ótima pedida.

Se foi ou não foi roubada? Um pouco. Teve o stress do fechamento das ruas, a incerteza sobre conseguir ou não retornar ao hotel, não vimos a dita bola descer. Mas foi completamente diferente de qualquer outro Reveillon: nos sentimos completamente seguros com o policiamento, ficamos “cercados” mas no meio de muita gente bacana, não precisamos ficar 10 horas de pé e de quebra vimos a estrela da festa mais de perto que qualquer pessoa que estivesse na praça. E a chuva de papel picado é para todos.

Dito isso tudo, tire suas próprias conclusões. Nós que não somos exatamente fãs desse tipo de festa, podemos dizer que é bem emocionante. And… Been there, done that!

Plano C

E se tudo der errado e você não conseguir chegar nem perto da Times Square, mas ainda quiser um astral de festa de rua, tem como opção o Rockefeller Center, não muito longe dali. Muita gente fica por lá e o astral é ótimo… excelente plano C!

Anúncios

Sobre Pati Venturini

Engenheira, blogger, chocolatière na Méli-Mélo Chocolat e co-autora do blog de gastronomia e viagens De Garfos e De Quartos.
Esse post foi publicado em Estados Unidos, Nova Iorque e marcado , , . Guardar link permanente.

18 respostas para Aventuras e desventuras de um Reveillon na Times Square

  1. rita disse:

    Que matéria de qualidade!Parabéns aos viajantes!

  2. Pingback: The Muse – um hotel boutique pertinho da Times Square | De Garfos e de Quartos

  3. Juliana disse:

    Me ajudou muito seu post. Muito obrigada!

    • Oi Juliana, obrigado pela visita! Que bom que o blog te ajudou! Se estiver indo para lá, aproveite a viagem? E passe por aqui para nos contar como foi!

      Abraço,

      André.

  4. luiz disse:

    Oii… vamos passar o ano novo em ny esse ano..gostariamos de saber em q hotel vcs ficaram..mto obrigado..LUiz
    .

    • andremazeron disse:

      Olá Luiz, obrigado por visitar o blog!

      Nossa escolha no réveillon foi o The Muse, ao lado da Times Square. Adoramos o hotel. Nossa avaliação dele está neste outro post: https://garfosequartos.com/2012/05/02/the-muse-um-hotel-boutique-pertinho-da-times-square/

      Recomendo ver logo a questão do hotel, porque a cidade enche no final do ano.

      Abraço,

      André.

      • Cesar Borlina disse:

        André, a cidade inteira fica cheia nessa época de final de ano? Se sim, as atrações turísticas ainda são visitáveis, quer dizer, as filas são grandes demais?

      • andremazeron disse:

        Oi Cesar, obrigado por visitar nosso blog. A cidade fica bem cheia sim, com bastante movimento nas lojas, museus e atrações. Mas felizmente tem tanta coisa para fazer na cidade que sempre é possível achar alguma opção mais tranquila.

        Conseguimos ir a tudo o que tínhamos previsto, e que incluía passeios bem tradicionais, como Estátua da Liberdade. O pior foi o Empire State, que foi um suplício. Nem os elevadores ultra rápidos davam conta da fila, digna de parque da Disney em julho. Quem manda ir justo no final da tarde. Provavelmente indo logo na abertura deve ser bem mais tranquilo.

        No geral, a cidade fica bem cheia mas é tolerável.

        Abraço,

        André.

  5. luiz disse:

    Oi André mto obrigado pela dica…a gte ja tem onde ficar em ny…so estamos procurando um lugar na times square para passar a festa de reveillon…queriamos uma ceia em um hotel onde possamos ver a bola….se tiver mais algumas dicas a gte agradece

    abrigado André

  6. Pingback: Réveillon em Nova York | Blog ViaBr Turismo

  7. Pingback: Alerta Total | Réveillon em Nova York

  8. Iêda Rocha disse:

    Adorei as informações. Me deu uma forcinha porque vou estar lá este ano.

  9. Lorian Bouret disse:

    olá boa tarde !
    comprei passagem para ir a NY passar o ano novo , porém ainda não reservei o hotel , estou atrás de dicas ,pois quero muito assistir a virada do ano na time square e ver a bola descer . Vc sabe me indicar um hotel que fique em frente onde montam o palco da time square ??
    E sabe me dizer a que horas fecham as ruas ?
    Obrigada

    • Lorian
      Não temos como fazer essa indicação de hotel. Boa sorte na reserva, pois está em cima da hora e lá o final de ano é altíssima temporada… Quanto às ruas, começam a ser fechadas pela manhã.
      Abraço
      Pati

  10. Juliana disse:

    Boa Tarde,

    Vou com meus pais para o reveillon em NY, alugamos um apartamento na Times Square, na 46th entre a 5th e a 6th, acho que a localização está boa, mas estamos procurando algum restaurente que tenha vista para a bola para passar a noite do reveillon, vocês me indicam algum ?

    Obrigada.

    • andremazeron disse:

      Oi Juliana, essa é uma missão difícil! Não passamos o reveillon lá em restaurante, mas sei que do Bubba Gump é possível acompanhar a bola, o que é confirmado por este artigo. Mas o problema é conseguir reserva lá tão perto assim do final do ano. Dá uma olhada no artigo, tem uma série de dicas interessantes por lá.

      Existem também hotéis com festas no terraço ou em seus restaurantes. A Revista Time-Out fala que do restaurante do Renaissance a vista é espetacular, e deve ser mesmo, porque a opção mais barata de mesa para 4 pessoas sai por meros US$5.000,00. Mas acho que a vista bacana deve ser da mesa de US$17.000,00.

      Então fica a sugestão de curtir a virada na rua mesmo, nem que seja em local alternativo. Muita gente vai para a frente do Rockefeller Center ou para a ponte do Brooklyn, por exemplo. Mais importante do que a bola é a companhia!

      Abraço,

      André

  11. Diego Franca disse:

    ola estou indo para nyc passar o ano sendo que me hotel em no central park ? se eu for umas 10:00 ficar esperando ate meia noite la eu consigor ficar na regiao da times paar ver a virada?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s